PARA QUEM QUER
SABER E APRENDER
Negócios
O caso da Apple com as questões ambientais do ESG

O caso da Apple com as questões ambientais do ESG

É completamente possível que uma empresa seja responsável com o meio ambiente e, ao mesmo tempo, se mantenha lucrativa e em constante crescimento. 

E para mostrar a você um exemplo real e concreto disso, nesse artigo abordaremos o caso da Apple, uma empresa multinacional estadunidense que lidera o ranking das empresas mais valiosas do mundo, considerando seu valor de mercado, e que demonstrou publicamente seu comprometimento com as práticas ambientais, que representam a letra E do ESG. 

Ao longo dos últimos anos, a empresa tem estudado e trabalhado em formas de minimizar o impacto ambiental gerado por suas operações, e através de um vídeo publicado em seu canal oficial na plataforma YouTube no dia 12 de Setembro deste ano, a empresa trouxe, de forma personificada, criativa e, ao mesmo tempo, com um tom de seriedade, um vídeo na qual a “mãe natureza”, representada por uma pessoa, cobra da empresa as respostas sobre o que está sendo feito para diminuir o impacto negativo na natureza. 

A pauta gira em torno das questões ambientais mais afetadas pela indústria de produção em todo o mundo.  
 
A começar pela água, um recurso natural essencial que já se encontra em escassez em algumas partes do planeta. A Apple tem demonstrado consciência acerca desta problemática ao implementar sistemas avançados de reutilização e reciclagem de água em suas fábricas, tendo uma redução equivalente a 63 bilhões de galões de água. 
 
Se tratando das emissões de carbono, a empresa se comprometeu publicamente com o objetivo ambicioso de ser 100% neutra em carbono até 2030. Isso significa que todas as etapas da cadeia produtiva da Apple - desde a fabricação dos produtos até o descarte final - não irão resultar na liberação deste gás prejudicial à atmosfera. 

E quanto à poluição do solo? Bem, a empresa promete eliminar completamente o plástico de suas embalagens até o fim de 2024, e chama atenção para o fato de que tem usado 100% de alumínio reciclado nos compartimentos de seus equipamentos. 

Um ponto a se destacar é a utilização de 100% de energia limpa em suas lojas, escritórios e locais onde se armazenam os data centers, assim como o fato da redução de até 95% em emissão de gases poluentes provenientes de transportes ao utilizar o transporte marítimo ao invés do aéreo. 

Mas o comprometimento não se resume a olhar apenas para dentro e a Apple parece ter entendido a mensagem. A mesma afirma estar investindo em plantações de florestas em países como Paraguai e Brasil, assim como e projetos de proteção ao solo, plantas e árvores. 
 
Ao compartilhar essas informações, uma gigante da tecnologia não só comunica que está abraçando as responsabilidades ambientais apontadas pelo ESG, mas mostrando que todas as empresas podem e devem fazer o mesmo, através da revisão de seus processos e implementação de práticas sustentáveis que fazem a diferença. 
 

Clique aqui e assista ao vídeo “Mãe Natureza – Apple".

 

Redação: Thomas Silva - Dom Agência de Estratégias.

online
Avatar